Orientação no espaço terrestre

Orientação no espaço terrestre

       Desde os primórdios da história, o ser humano sempre teve curiosidade em conhecer os mistérios do Universo e de seus astros, assim como a necessidade de se orientar no espaço em que vive.

       Há muito  tempo, observando a natureza, os seres humanos perceberam  que  era  possível se  orientar e  medir  o tempo   de acordo  com a periodicidade dos  acontecimentos.

       Os homens quando saíam para caçar, tinham de observar os elementos naturais e determinar pontos de referência que facilitassem sua orientação e localização.

                                                                                                                                                                                                                                                                    

       Percebendo a regularidade com que o Sol  aparentemente se movimentava no céu, o ser humano estabeleceu direções que  pudessem  ser reconhecidas por todos, as quais nomeou de norte, sul, leste e oeste. A direção em que o Sol surge no horizonte no decorrer do ano não é a mes-

ma, assim como a direção oposta em que, no final da tarde, ele se põe.

       A forma de encontrarmos as direções cardeais usando o Sol como referência não é precisa, mas ela pode ser utilizada.

Orientação pelo Sol.

       Os pontos cardeais são: norte,sul, leste e oeste.

       O Sol nasce no nascente (leste ou oriente) e a direção em que ele se põe é o poente (oeste ou ocidente). apontando o braço direito para a di-

reção em que o Sol nasce teremos o leste; consequentemente, do lado esquerdo, o oeste; à frente ficará  o norte (setentrional ou  boreal);  atrás estará o sul (meridional ou austral).       Rosa dos ventos, utilizada nos mapas para a orientação. Geralmente o norte é a parte superior do mapa.

 

     Outras direções foram estabelecidas para a orientação:

- Os pontos colaterais: Noroeste, Nordeste, Sudoeste  e Sudeste.

- Os pontos subcolaterais, ou seja, aquelas que estão entre as cardeais e colaterais. Foto abaixo.

 

Orientação pela Lua e pelas estrelas

 

       Durante a noite, a orientação pode ser feita pela Lua ou pelas estrelas, desde que as condições do tempo permitam.

       A Lua, quando na fase  cheia, surge na direção leste ao entardecer.

      A estrela Polar, só aparece no hemisfério Norte.

      No Brasil,a orientação pode ser feita pela constelação Cruzeiro do Sul. E para se orientar é necessário procurar a estrela mais brilhante, a estrela de Magalhães. Depois trace uma linha imaginária, prolongue quatro vezes e meia esta linha. Quando terminar o prolongamento,imagine uma linha que desça até o horizonte, que é a direção sul. A partir daí épossível estabelecer as demais direções.

    Constelação "Cruzeiro do Sul".

 

Orientação pela bússola

       A bússola é um instrumento de orientação inventado pelos chineses por volta do século XII. É parecida comum relógio, mas com um ponteiro

e uma rosa-dos-ventos. O ponteiro é uma agulha imantada (que age como um imã), que sempre aponta para o norte.

       Foi um instrumento de orientação muito importante nos séculos XVe XVI, indispensável para os europeus   realizarem grandes viagens marí-

timas e ainda  é  utilizado por aventureiros exploradores, navegadores,  pesquisadores e pilotos de aviões.

 

     Bússola.O astrolábio. Instrumento  astronômico em que foi muito usado para medir as alturas de um astro acima do horizonte.