Brasil

  • País: Brasil

  • Nome oficial: República Federativa do Brasil

Bandeira do Brasil

  • Localização: Pertence ao  subcontinente da América do Sul, é banhado pelo oceano  Atlântico  a  leste. O  território tem um litoral de 7.491km. É limitado a norte pela Venezuela, Guiana, Suriname e pelo departamento ultramarino francês da Guiana Francesa; a  noroeste pela  Colômbia; a  oeste pela Bolívia e Peru; a  sudoeste pela  Argentina e Paraguai e ao sul  pelo  Uruguai. Vários  arquipélagos  formam  parte  do  território  brasileiro, como  Fernando  de  Noronha, Atol  das Rocas, Arquipélago de  São Pedro e São Paulo e Trindade e Martim Vaz. O  Brasil  não faz  fronteira com o Equador e o Chile. É  cortado  por duas linhas imaginárias: a linha do  Equador  que  passa  pela  embocadura  do  Amazonas  e  o trópico de Capricórnio, que corta a cidade de São Paulo.

 

  • Capital: Brasília
  • Governo: República federativa presidencialista.
  • Presidente: Dilma Rousseff         
  • Adjetivo  pátrio: Brasileiro.
  • Área territorial - total:8.514.876,599 km2.
                    Água - 55.455 km2.
           O país possui dimensão continental. É o quinto maior país do mundo, depois da Rússia, Canadá, China e Estados Unidos e o terceiro maior da América e o primeiro na América do Sul.
  • Divisões: 26 estados e um Distrito Federal (Brasília).

 

  • Clima: Tropical (predominante), equatorial, tropical de altitude, semiárido e subtropical.               
  • Economia: É a maior da América Latina e do hemisfério Sul, a sétima maior do mundo. Estimativa de crescimento da economia em 2012 é de 3,2. Índice Focus.
  • Fusos  horários: Devido à  sua  extensão no sentido leste-oeste, o Brasil apresenta quatro fusos horários diferentes. A maior parte do território fica no segundo fuso horário (atrasado três horas em relação a Greenwich), que corresponde à hora oficial do Brasil - ao horário de Brasília. Nesse fuso  estão incluídas as regiões Nordeste, Sudeste, Sul e  parte das regiões Norte e Centro-Oeste. O limite prático dos  fusos  acompanha  a divisão política do país para evitar a existência de dois fusos dentro do mesmo estado, exceção feita ao Amazonas e ao Pará (os maiores estados do país).

 

Higrografia     -     Rios mais longos
KM

7.200...........................Amazonas-ucaiali

6.270...........................Amazonas-Marañon

4.200...........................Paraná-Rio Grande (Sem o golfo plantino)

4.000...........................Madeira-Mamoré

3.200...........................Purus

3.100...........................Tocantins-Araguaia

 

  • Índices sociais: - IDH (2011)....................... 0,718
                                    - Expectativa de vida ......... 73,5 
 
                                    - Mortalidade Infantil........... 19,3/mil nasc.
                                    - Alfabetização.................... 90,4
  • Idioma: Português
  • Meio Ambiente: Diversidade de animais selvagens, ambientes  naturais e abundante recursos naturais.
  • Moeda: Real
  • Organizações internacionais: Membro fundador da Organização das Nações Unidas (ONU), G20, Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), União Latina. Reforça laços com países das Nações Unidas e da Organização dos Estados Americanos (OEA).  Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI), Mercado Comum do Sul (Mercosul) e a União de Nações Sul-Americanas (UNASUL).
  • PIB (nominal) - total: US$2,421 trilhões
                                 - Per Capita: US$ 12.422 USD
  • Pontos elevados: - Ponto mais alto: Pico da Neblina com 2.994 m
  • Pontos extremos:

  • Religião: Cristianismo (predominante) e seguido pelo protestantismo.
Resumo:
Vegetação original: Originalmente  o  brasileiro  apresenta-se,  em  sua  maior  parte, coberto  por florestas.  A Amazônia  ocupava  o  trecho setentrional,  a  Atlântica,  a  fachada  oriental  e  a  de  Araucária,  o  Planalto  Meridional. O  processo  de  desmatamento  praticamente  eliminou  a  Floresta  Atlântica  e a de Araucárias, começando  já a ser  alterada  a  Amazônia. Contudo,  existem, ainda, amplas superfícies  abrangidas  por  cerrados, campos, caatinga  e  formações  complexas como a vegetação  pantaneira e a litorânea, em parte, também transformadas pela ação humana.
Estrutura geológica: Os  territórios  cristalinos  (Pré-Cambrianos),  representados  pelos  Escudos  Brasileiro, das  Guianas  e Uruguaio-Sul-Rio-Grandense, ocupam 1/3 do território. Sofrem grandes movimentos, sendo, em alguns pontos, recobertos por formações  sedimentares  antigas  (estratificadas)  predominantemente  Paleozóicas e Mesozóicas. Correspondem  às  Bacias Paranaica, durante o Triássico ocorreram derrames basálticos que deram origem às formações  de rochas eruptivas básicas.
Temperatura - médias anuais: Situado em sua maior parte na zona intertropical e em altitudes inferiores a 500 metros sobre o nível  do  mar, o território  brasileiro  caracteriza-se  por  pequenas  variações  térmicas.  Regra  geral,  dominam  as  médias  elevadas  em  virtude  da ação  dominante  das  massas  equatoriais  e  tropicais. A  Região  Amazônica e o sertão semi-árido do Nordeste  são as  áreas mais  quentes (médias acima de 25ºC), ao  passo  que o sul do país, onde a atuação das massas polares  é  mais  frequente  e  os  trechos  montanhosos  do  Sudeste caracterizam-se por médias menos elevadas (inferiores a 20ºC); O Brasil Central e Oriental apresenta temperaturas que oscilam entre 20 e 25ºC.
Pluviosidade: A  atuação  da  Massa  de Ar Equatorial  e  da  Convergência Intertropical é a principal responsável pela elevada pluviosidade  que  se  verifica  na  Amazônica. No Brasil  Central  e  Oriental  a  alternância entre as Massas Tropicais Marítima e Continental produz totais de chuvas menos elevados, salvo na faixa costeira, onde o principal fator do aumento das chuvas é a  presença  de  elevações. Na  região  Nordeste, a  menor  atividade  de  Convergência  Intertropical, a  presença  de  células de Alta Pressão, que acentuam a estabilidade atmosférica, além de fatores locais, inibem a formação de chuvas e determinam a formação  de  um  enclave  de semi-aridez.  Na parte  meridional  do país os totais  de chuva  apresentam-se expressivos em função do relevo planaltino e da  atuação da Frente Polar Atlãntica na maior parte do ano.
Densidade demográfica: No Nordeste (principalmente em razão de seu  povoamento mais antigo e da  importância da lavoura canavieira), no Sudeste e no Sul (devido ao desenvolvimento industrial  e à agricultura comercial diversificada), encontram-se as áreas de maior densidade demográfica. No Centro-oeste e Norte, ocorre a faixa  de mais  rápido  crescimento demográfico. Corresponde  às  áreas  de  fronteiras  agrícolas  e de  mineração. A Região Amazônica continua sendo a área de mais fraca densidade demográfica do país.
Recursos minerais: Relação dos minerais mais abudantes, distribuídos no território brasileiro:
  • Minerais Energéticos: petróleo, carvão e urânio.
  • Minerais Metálicos: ferro, manganês e ouro.
  • Minerais Não Metálicos: calcário, quartzo e sal marinho.
 
Site governamental: www.brasil.gov.br